14/03/2016

Manifestação contra a corrupção leva mais de 120 mil pessoas às ruas do Recife

Milhares de pessoas vestidas em verde e amarelo compareceram à Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, na manhã deste domingo (13). O ato foi marcado para as 10h, mas desde as 7h30 já eram vistos os primeiros manifestantes. Na multidão se viam faixas e cartazes contra a atual gestão do Governo Federal, contra o Congresso Nacional e contra políticos de variados partidos. Também não faltaram apoios à Operação Lava Jato (operação que investiga, principalmente, esquemas de corrupção envolvendo a estatal Petrobrás), ao Juiz Sergio Moro (que está à frente da investigação) e outros.
De acordo com a organização, a manifestação foi orçada em aproximadamente R$ 25 mil. Para ajudar a custear o protesto, eram vendidas bandeiras e outros itens.

A pré-candidata ao cargo de vereador do município de Jaboatão, Lú Fragoso, compareceu juntamente com assessores e amigos. Entre outros, também compareceram o deputado federal Daniel Coelho (PSDB), o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) e o vice-governador do estado, Raul Henry (PMDB).

Leia mais:
>Quem é Lú Fragoso?
>PSDB Jaboatão realiza Caminhada das Mulheres
>Jaboatão ganha a Patrulha Municipal Maria da Penha
>O Site Nacional de Empregos possui mais de 300 vagas para Jaboatão

O administrador Marcos Nunes da Rocha, de 48 anos, participou do protesto para criticar os escândalos políticos recentes no cenário nacional. "Estamos cansados de tanta corrupção e tanta roubalheira. Quero um país melhor para mim e a minha família. Manifestações como esta são importantes para conscientizar as pessoas, pois não podemos ser alienados politicamente", ressaltou.
Lú Fragoso (em amarelo) compareceu com  alguns assessores e amigos

Depois de uma longa espera, os manifestantes acompanharam os trios elétricos, que seguiram ao longo da Avenida Boa Viagem até o Segundo Jardim.

A polícia militar informou que participaram aproximadamente 120 mil pessoas da manifestação. Veja abaixo vídeo da manifestação deste domingo.